Emulação de Dispositivo Virtual Android* para a arquitetura Intel®

Objetivo

Este artigo vai lhe dar uma visão geral do emulador de dispositivo virtual Android* (AVD), bem como introduzir o emulador Android* x86, como configurar e criar um AVD, o uso geral do AVD, opções adicionais e dicas.

Índice

  1. Visão geral do emulador de dispositivo virtual Android*
  2. Emulação Android* para arquitetura Intel®
  3. Criando configurações do AVD
  4. Uso do AVD
  5. Sumário

Visão geral do emulador de dispositivo virtual Android*

O Android* roda em uma ampla variedade de dispositivos, com diferentes tamanhos de tela, capacidades de hardware e recursos. Um dispositivo típico tem uma infinidade de softwares (Android* API) e recursos de hardware como sensores, GPS, câmera, cartão SD e tela multi-touch com dimensões específicas.

Os desenvolvedores Android* procuram uma forma de implementar, testar e verificar seus aplicativos em vários dispositivos Android* rodando diferentes versões do Android* (por exemplo: Gingerbread*, Honeycomb*) e precisam de ferramentas de desenvolvimento que ajudem a tornar este processo o mais simples possível.

O SDK Android* vem com suporte para emulação de dispositivo. O emulador é bastante flexível e configurável com diferentes opções de configuração de software e hardware. Os desenvolvedores podem personalizar o emulador usando a configuração do emulador chamada de Dispositivo Virtual Android* (AVD). O AVD pode ser visto como um conjunto de arquivos de configuração que especificam diferentes recursos de hardware e software do dispositivo Android*. O emulador Android* usa essas configurações do AVD para configurar e iniciar a imagem virtual Android* apropriada no emulador.

Conforme documentado no site do Android* (http://developer.android.com/guide/developing/devices/index.html), uma configuração típica do AVD tem:

  • Um perfil de hardware que especifica todos os recursos do dispositivo (por exemplo: câmera, sensores)
  • Uma imagem do sistema para ser usada pelo emulador para este AVD (com o nível da API a ser atingido, por exemplo: Gingerbread ou Honeycomb)
  • Uma imagem de dados que atua como o espaço de armazenamento dedicado para os dados do usuário, configurações e cartão SD
  • Outras opções, incluindo a aparência do emulador, as dimensões da tela e o tamanho do cartão SD

Emulador Android* para arquitetura Intel®

O Android* roda em uma ampla variedade de dispositivos baseados na arquitetura Intel® que poderiam, potencialmente, ter recursos de software (Android* APIs) e hardware diferentes. Desenvolvedores de aplicativos Android* que estão focando em dispositivos baseados na arquitetura Intel podem usar o emulador para fins de desenvolvimento.

Os desenvolvedores são encorajados a usar diferentes níveis da API, tamanhos de tela e recursos de hardware, como câmera, sensores, multi-touch entre outros. A configuração do AVD pode ser usada para personalizar o emulador de acordo com a necessidade. Os desenvolvedores podem criar quantas AVDs forem necessárias, cada uma para uma variedade diferente de dispositivos Android* baseados na arquitetura Intel®.

Por exemplo, um desenvolvedor pode criar um AVD Gingerbread* baseado em IA (Intel® Architecture) com uma aparência integrada como a do WVGA800 ou um AVD customizado onde é especificada, de maneira manual, a resolução da tela a ser utilizada. Pode-se ainda criar um AVD Honeycomb* separado baseado em IA voltado para aplicativos para tablets.

O Android* SDK, a partir da versão r12, suporta emulação Android* baseada na arquitetura Intel. O SDK integra este suporte em todas as ferramentas de desenvolvimento, incluindo o plugin ADT para Eclipse.

Abaixo está uma imagem do emulador Android* para x86 rodando a versão Gingerbread*. Destaque para o número de modelo onde aparece "Emulação Android* completa em x86".

Para obter instruções detalhadas sobre como usar o emulador, por favor consulte a documentação Android* neste link http://developer.android.com/guide/developing/devices/emulator.html

As seções a seguir irão abranger as noções básicas de criação de configurações do AVD, sua utilização e algumas dicas.

Criando configurações do AVD

Antes de podermos usar o emulador Android* precisaremos primeiro criar uma configuração de AVD que especifica as configurações de software, o nível da API e as opções de recursos de hardware.Antes de podermos usar o emulador Android* precisaremos primeiro criar uma configuração de AVD que especifica as configurações de software, o nível da API e as opções de recursos de hardware.

O Android* SDK fornece uma ferramenta chamada "android" que permite aos usuários criar e modificar as configurações do AVD. A ferramenta "android" pode ser usada de duas maneiras para criar ou modificar configurações de um AVD - através de uma linha de comando ou através de uma GUI da ferramenta "android".

A ferramenta "android" está localizada em "tools" na pasta de instalação do SDK. Por exemplo, no Linux está localizada em "android-sdk-linux_x86/tools/android".

Para usar a ferramenta "android" em modo GUI apenas execute a ferramenta "android" sem passar quaisquer argumentos na linha de comando. Os usuários também podem chamá-la diretamente através do plugin ADT para Eclipse. O plugin chamará o "Android SDK e AVD Manager", como mostrado na imagem abaixo:


Figura 2: Captura de tela da ferramenta "android" do Android* SDK e AVD Manager

Para obter mais detalhes sobre como chamar e criar um AVD com uma configuração básica, por favor consulte o site do Android* http://developer.android.com/guide/developing/devices/managing-avds.html#createavd

A configuração do AVD envolve opções de software, bem como recursos de hardware. Clicando no botão "Novo ..." o botão mostrado na Figura 2 traz a caixa de diálogo "criar novo AVD" conforme mostrado na figura 3.

Normalmente, um usuário só precisa preencher os campos "Nome", "Local" e "CPU/ABI" para uma configuração básica de AVD. A ferramenta preencherá com os valores padrão as outras opções. Os usuários podem personalizar ainda mais a AVD, conforme necessário. A imagem comentada, abaixo, ilustra todas as outras opções:

Na guia de "Hardware" a ferramenta suporta várias opções de configuração de hardware. O usuário pode clicar no botão "Novo ..." que abrirá outra janela GUI com um menu suspenso com a opção "Propriedades". A imagem abaixo mostra todas as propriedades de hardware disponíveis.


Figura 4: Propriedades de hardware do AVD

Os desenvolvedores Android* são encorajados a utilizar múltiplos AVDs para diferentes APIs, aparências ou outros recursos de hardware personalizados.

A imagem abaixo ilustra um processo de 5 passos para criar uma configuração de AVD para arquitetura Intel®.


Figura 5: processo básico em 5 passos para criar uma configuração de AVD Honeycomb* para IA

As configurações de AVD também podem ser criadas e gerenciadas a partir da linha de comando usando a ferramenta "android" conforme discutido aqui: http://developer.android.com/guide/developing/devices/managing-avds-cmdline.html

Um exemplo de criação de AVD via linha de comando para arquitetura Intel: avd create avd -n HC -t android-13 -s WXGA

Aceite com o "sim" para customizar o hardware e escolha x86 para a propriedade hw.cpu.arch

Uso do AVD

Quando os usuários criam as configurações do AVD, a ferramenta "android" do SDK salva essas configurações no diretório principal do usuário. De acordo com documentação do Android* o local de armazenamento padrão para os AVDs está em ~/.android/avd no Mac OS X e Linux, C:\Documents and Settings\\android\ no Windows XP e C:\Users\\.android\ no Microsoft Windows Vista*.

Usar a configuração de AVD é um processo fácil.

O emulador pode ser chamado através da ferramenta GUI "android", pela linha de comando ou diretamente pelo Eclipse.

A imagem abaixo ilustra o processo de chamar o emulador com a configuração de AVD escolhida (neste caso a configuração AVD chamada "HC").

Sumário

Este artigo abordou o básico em relação ao Emulador de Dispositivo Virtual Android*, como criar um AVD para dispositivos de arquitetura Intel e o uso do AVD com o Emulador Android* Para Arquitetura Intel.

Notas

* Nomes e marcas que são propriedades de terceirosOther names and brands may be claimed as the property of others

Copyright © 2011 Intel Corporation. Todos os direitos reservados.

Para obter informações mais completas sobre otimizações do compilador, consulte nosso aviso de otimização.